segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

HAPPY BIRTHDAY MR. ZOMBIE!!!!

Hoje é o dia do aniversário do grandioso ROB ZOMBIE!

E apesar do tempo sem postar nada aqui, resolvi encontrar uma brecha pra dedicar um post para homenagear o meu grande ídolo em no dia em que ele completa MEIO SÉCULO DE EXISTÊNCIA!!! É Rob, o tempo passa!!!

O mínimo que pude fazer até hoje para representar minha consideração por essa personalidade fantástica que é o Rob Zombie e o que seu trabalho representa pra mim foi criar esse blog, o qual me falta tempo para dedicar as publicações, mas vontade tenho de sobra.

Esse ano, além de estar comemorando seus 50 anos de existência, Mr. zombie tem em seu calendário o lançamento de dois álbuns, o primeiro sendo seu segundo álbum ao vivo, intitulado SPOOKSHOW INTERNATIONAL LIVE, com lançamento agendado para o mês que vem e um novo álbum de inéditas, ainda sem título e data de lançamento. Sem dizer de seu vindouro novo filme de horror intitulado simplesmente "31"...Mas esses assuntos ficarão para outros posts (que espero eu me adequar pra conseguir retomar as atividades no blog).

Bom, é isso, deixarei aqui minha mensagem pessoal para Mr. Zombie:

"Hey Mr. Rob Motherfucking Zombie! Happy Birthday dude! Today you achieved half a century of existence, congratulations! haha...Wish I can do that too: live enough to see you complete some 50 more years and enjoy your work 'till the end of my life. Keep on the GREAT work, be happy and in love with success! You deserve that." - Bêne Prioli (Zombie Heads Brasil manager)




quinta-feira, 10 de abril de 2014

ZHB: Voltando a ativa!!!!

Zombie Heads Brazucas, sei que já tem um tempo considerável que não posto nada aqui, fui salvo pela Rafa Silva com a postagem de sua análise do show no Rock In Rio (a qual ficou muito foda, obrigado Rafa!!! ;p), o qual ela compareceu. Mas a verdade é que anda muito corrido, para ambos. Felizmente estou conseguindo encontrar brechas no meu tempo e estarei dedicando-as ao blog.

Nesse tempo ausente do blog, muita coisa rolou com Rob Zombie, altas novidades, e estou preparando um resumão de tudo até aqui, por esses dias estarei postando.  Não será nada que vocês já não devem estar por dentro, mas para atualizar o blog com assuntos perdidos, estará aqui.

Sendo assim, fiquem atentos, o Zombie Heads Brasil, primeiro blog Brasileiro sobre ROB ZOMBIE, está de volta!!!


segunda-feira, 10 de março de 2014

[review] Rob Zombie no Rock in Rio 2013

Primeiramente, me desculpem a demora para vir descrever como foi minha experiência de ver Mr. Zombie e sua crew ao vivo. Tenho mil defeitos e o pior deles é a preguiça mortal.
Enfim,vamos lá...

Cheguei na cidade do rock as 14hrs e fiquei naquela enorme fila para ser revistada,mas foi engraçado pelo menos,teve umas situações ótimas que cheguei em casa as gargalhadas lembrando. Após passar isso,fui voando para o palco Sunset e onde iria encontrar com duas amigas,que já estavam lá a minha espera. Encontrando as duas,ficamos bem na grade e foi massa (tinham apenas duas pessoas a nossa frente). E as horas passavam,passavam até que veio o show do Sebastian Bach (que por sinal foi demais,porém no final já estava batendo o nervosismo por conta do Zombie)...acabando o show do mesmo,começou Sepultura no palco mundo (parecia está bom mas claro não sai do meu lugar por nada HAHA),então começaram os roadies dos Zombies a subirem ao palco e eu comecei a entrar na minha pequena ''órbita Zombie Head'',quando vi o Bryan Jones (roadie do Piggy D.) comecei a chamar o cara mas claro ele não ouviu pois o som do palco mundo estava absurdamente estrondoso. A partir dai comecei a contar os segundos (que pareciam infinitos ao meu ver) e a tentar acreditar no que aconteceria a minha frente em pouco tempo, os caras que eu aguardei por tanto tempo estavam prestes a subir naquele palco e ficar ''cara a cara'' comigo. Surreal,não? Para mim foi,totalmente. Quando chegou o momento, as luzes se apagaram e começou a tocar ''Theme For The Rat Vendor''  e me deparei com Rob,John,Ginger e Piggy na minha frente a minha primeira reação foi "O.O'',eu congelei totalmente e fiquei paralisada olhando para o palco (acho que entrei em estado de transe) então observei mais um pouco e virei para trás para comentar com as meninas ''Eles são reais,Piggy é real !!! o.o'', e elas ficaram meio olhando para a minha cara de espanto e voltei a olhar para o palco então veio toda a loucura,pois começaram a tocar ''Meet The Creeper'' em seguida e comecei a pular+cantar+gritar+e ficar mais descabelada do que já estava. (Ah,acho que esqueci de comentar,fiquei na grade no lado que o Piggy fica,então estava de frente para o meu mestre). Acabando MTC teve um pequeno 'intervalo' para começar ''Superbeast'' comecei a chamar o Piggy loucamente e minha voz estava falhando já (o nervosismo tomou conta de mim) então as meninas, que estavam me acompanhando, começaram a gritá-lo junto comigo,então ele olhou (eu acho) e deu um tchauzinho e foi F@#?! ... (ok, a sanidade da pessoa aqui foi embora após esse momento por completo), e seguiu o show sendo super agitado,animado e daquele jeito e energia única, que só eles possuem ao se apresentarem. Todos, disse TODOS muito receptivos e atenciosos com os fãs,eles são totalmente admiráveis,pela grandiosidade de sua apresentação e carinho com seus fãs.
Prosseguindo...então veio ''Super-Charger Haven'' seguida de ''Living Dead Girl'',nesse momento teve uma parte da música em que Rob sentou naquelas 'placas' que eles tem costume de usar no palco (e parece uma mesa, sorry não sei o nome daquilo) bem na minha frente e foi A+ cara. A galera toda contagiada e na mesma 'vibe' e assim seguiu o show com ''Never Gonna Stop'' ,até chegar no  momento de ''More Human Than Human'' e Rob descer para a galera, WOW WOW, foi uma loucura e todos começaram a empurrar bastante, afinal quem não quer apertar a mão do mestre Zombie?!...quando ele chegou onde eu estava (por sinal sendo esmagada naquele momento mas feliz da vida) estiquei tudo o que pude do meu braço,me apoiando nas duas pessoas a minha frente e ficando na ponta dos pés (yeah,sou anã então já viu né,haha) porém fui recompensada e consegui em meio ao tumulto apertar a mão de Mr. Zombie. (Nem fiquei mais anestesiada ainda depois,imagina). E quando voltou a ficar folgado e etc,eu estava ficando cada vez mais ''em órbita'' conforme o show ia passando (por sinal 1 hora de show é muito pouco,passou voando). E assim prosseguiu até chegar ''Dragula'', o que anunciava que estava chegando ao fim e como eu queria que o tempo parasse naquele momento. Acho que esqueci de comentar, quando começamos a gritar ''Olê,Olê,Olê Zombê,Zombê" e TODOS da banda ficaram surpresos com a reação e acolhimento do público brasileiro para com eles; Piggy D. passou a mão no braço soletrando um ''OMG'', como se quisesse dizer ''estou arrepiado com a reação de vocês''.  Enfim,chegou o final do show (infelizmente o que é bom passa rápido) e concluindo: eu sai destruída do mesmo porém mais feliz impossível,afinal tinha acabado de vivenciar um dos melhores e maiores momentos da minha vida e sem dúvidas será algo que terei para sempre comigo. Infelizmente não consegui o setlist pois o querido do segurança deu a outro cara lá. Agora é manter os dedos cruzados para que a Zombie Crew retorne logo ao nosso país porém em turnê solo e com direito a show aqui no Rio novamente e São Paulo,também.

Deixo abaixo a única foto que tirei no show (que está ruim ok? pois não levei câmera e nada de valor comigo por questão de segurança,então estava com um celular velho e ainda havia esquecido como dar zoom na câmera do mesmo) e também o link do torrent para download completo do show.
Me desculpem a minha maneira estranha de escrever,desde já, mas acabo me ''animando'' lembrando desse dia e escrevo como se estivesse conversando com alguém.



Link para download do show completo: clique aqui

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Rob Zombie ao vivo no Jimmy Kimmel Live!

Na noite de Halloween, no último dia 31, Rob Zombie e sua trupe se apresentaram (fantasiados de palhaços) no programa televisivo Jimmy Kimmel Live, onde tocaram duas músicas, os dois singles do Venomous Rat Regeneration Vendor. Confiram os vídeos abaixo:

We're An American Band

Dead City Radio And The New Gods Of Supertown

We're An American Band: Clipe Oficial

No ultimo dia 31 de Outubro Rob Zombie lançou o video clipe do segundo single do Venomous Rat Regeneration Vendor, a música "We're An American Band", grandioso cover do Grand Funk Railroad. Confiram:


quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Por dentro do "The Great American Nightmare"

Rob Zombie apresenta a nós como foi a produção do seu grande evento intitulado The Great American Nightmare, que tem início hoje e vai até dia 2 de Novembro. Assistam ao vídeo:

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Rob Zombie anuncia nova turnê com o Korn



Os "peso-pesados" anunciaram uma turnê conjunta para arenas, intitulada "Night Of The Living Dreads", que tem início no dia 3 de Novembro, num domingo, em Reno, Nevada e se arrastará por mais 17 datas, terminando dia 26 em Bethlehem, PA.

Nas palavras de Mr. Zombie: "Algumas das melhores vezes que estivemos na estrada foi em turnê com o Korn, então estamos entusiasmados para fazer isso novamente". Jonathan Davis do Korn também se pronunciou sobre a turnê: "Nos divertimos muito em turnê e tocando com o Rob Zombie ao longo dos anos. Já tem um tempo e esses shows são muito divertidos. Estamos muito ansiosos para fazer essa turnê novamente".

Os ingressos começarão a ser vendidos no dia 27 desse mês.

Para maiores informações, acessem o aqui.



segunda-feira, 23 de setembro de 2013

ROB ZOMBIE: A evolução de um artista.


Quem curte o som do Rob Zombie normalmente tem opiniões muito divididas: muitos preferem o bom e velho White Zombie e insistem que o músico deveria se reunir com os ex membros da banda; outros preferem sua carreira solo; e mais alguns não tem preferencia, apreciando a carreira de Rob como um todo (assim como eu). 

Muitos dizem que a sonoridade mudou muito desde que entrou na sua carreira solo alegando que a qualidade caiu desde então. Sabe, concordo que o álbum Astro-Creep: 2000, de 1995 é o melhor álbum de toda a carreira do Zombie e pra mim ainda é o melhor álbum de todos os tempos, com uma produção muito bem trabalhada, riffs matadores, um ritmo bem variado e onde cada música tem personalidade própria, sendo única no álbum....realmente uma pérola na carreira do Rob Zombie. Mas podem perceber em toda banda, seu álbum de maior destaque foi feito sob muita pressão, com trabalho muito duro, levando muito tempo para ser gravado, gerando um clima de tensão entre os integrantes da banda, se tornando uma experiência estressante e desagradável para os mesmos, e isso não foi diferente com o White Zombie. 

Após o sucesso do álbum, a banda fez inúmeras turnês, gravando novas músicas para trilhas sonoras de filmes e participando de muitos programas de TV. A banda entrou em um breve recesso e logo em seguida encontrou seu fim, com Rob seguindo carreira solo, uma carreira essa que mudou completamente sua vida, para melhor. Ao ponto que estavam, seguir com a banda poderia ser o mesmo que dar um tiro no pé, e após tamanho sucesso, não conseguirem entrar num acordo e fracassar, caindo no esquecimento.

 Após o término da banda, Rob lançou o incomparável Hellbilly Deluxe e explodiu mais uma vez com novos membros ao seu lado na turnê, Riggs na guitarra, Blasko no Baixo e Tempesta, que continuou da ultima formação do White Zombie.. Esse novo line up de sua banda durou bem, mas não motivou muito Rob Zombie ainda mais no momento em que estava começando a dirigir filmes, realizando mais um grande sonho seu....Rob Zombie entrou em recesso na música mais uma vez, mas agora, com o lançamento de seu primeiro filme, "House Of 1000 Corpses" e partindo para gravar o segundo, "The Devil's Rejects". Esse recesso musical durou muito mais tempo, em torno de dois longos anos. Muitos já achavam que ele havia desistido da música para seguir carreira no cinema de horror.

Surgiu então o convite para participar do OzzFest em 2005 e Zombie aceitou, mas como estava sem músicos ao seu dispor (Riggs e Tempesta seguiram com outras bandas) Rob convocou John 5 e Tommy Clufetos, ao lado de Blasko. Desde então houveram mais algumas trocas até chegar no line up atual, contando com Piggy D no baixo e Ginger Fish na bateria ao lado de Zombie e John 5.  Esses caras desde então moldaram o conceito de banda para Rob, se tornando verdadeiros amigos e fazendo com que o mesmo considerasse sua banda, uma família.

Isso de certo modo pode ser notado no modo como Zombie evoluiu nos shows tanto no modo como canta quanto no folego e empolgação para os shows. Rob está mais animado, mais carismático e cantando melhor do que nunca. é incrível como alguém, aos seus 48 anos pode estar em melhor forma do que aos seus 31. como podemos notar nos vídeos abaixo:

video
White Zombie - "More Human Than Human" (ao vivo no Hollywood Rock 1996 - Rio de Janeiro)

video
Rob Zombie - "More Human Than Human" (ao vivo no Rock In Rio 2013 - Rio de Janeiro)


Rob Zombie pode não ter lançando um álbum tão poderoso quanto o Astro-Creep:2000 em sua carreira solo (seus álbuns continuam cheios de energia, carismáticos e únicos) mas que ele está em sua melhor fase, isso não podemos negar. Trabalhando com música, em turnês, apresentando shows produzidos por ele e no ritmo em que ele se apresenta, trabalhar com filmes, escrevendo, produzindo e dirigindo os mesmos, sem contar em videos clipes, entrevistas e tantas outras coisas, e tudo ao mesmo tempo, na idade em que está, é pra poucos....MUITO POUCOS. 

ROB ZOMBIE é de fato um artista ÚNICO.

ALL HAIL!

domingo, 22 de setembro de 2013

Rob Zombie entrevistado antes de tocar no Rock In Rio 2013

Hey Zombie Heads!

Segue mais uma entrevista com Rob zombie aqui no Brasil, dessa vez antes de se apresentar no Palco Sunset no inesquecível dia 19/09/2013. Dessa vez a reporter traduz o que ele responde...Confiram:


sábado, 21 de setembro de 2013

Rob Zombie e John 5 em entrevista após o show no Rock In Rio 2013

Após o espetáculo que foi sua apresentação, Rob Zombie e John 5 foram entrevistados pela galera do Multishow, a bela Didi Wagner e Guilherme Guedes . A entrevista foi muito descontraída e podemos ver Rob zombie e John 5 ainda agitados por causa do show, vale a pena assistir.

A entrevista está toda em inglês e sem legendas, mas sem problemas, mais abaixo está a tradução que providenciei, portanto já aviso, a tradução não está ao pé da letra, tem coisas que é meio difícil de entender, pois falam muito rápido....mas enfim, assistam! ;)



Didi Wagner: Obrigado por virem caras!

Rob Zombie: Obrigado!

John 5: Obrigado!

Guilherme Guedes: O show foi incrível! Já fazem dezoito anos desde que esteve aqui e esse público sentiu sua falta, você sentiu a falta desse público?

RZ: Então, senti a falta desse público e sou muito grato pelo que encontramos aqui. Nós voltaremos logo, não serão mais dezoito anos para voltarmos....talvez dez, eu não sei.

DW: Da ultima vez que esteve no Brasil você tinha sua banda, o White Zombie, e agora você está em seu projeto solo. Como você vê você antes e você agora?

RZ: Oh, é muito mais divertido agora, eu gosto muito mais da nova banda. O White Zombie nunca iria tão longe, estávamos sempre brigando e não era tão divertido, agora é muito mais divertido...We like it.

J5: Nós explodimos todo dia...

RZ (apontando J5): Olhe pra ele, tão feliz!!! 

(risos)

J5: Quero dizer, estamos todos no mesmo vestiário, viajamos todos juntos, então somos muito amigos, é tudo ótimo.

RZ: É, como uma família.

DW (se direcionando a J5): É, podemos dizer que você se divertiu, especialmente quando fez seu solo?

J5: É, é! Gosto de tomar a frente!

(risos)

RZ: Boa piada!

DW (se direcionando a RZ): Efoi sua oportunidade de ficar mais perto do público?

RZ: É, eu desci lá para receber as crianças. Eles tentavam me alcançar mas meu braço é muito curto, então eu desci lá pra alcançar eles.

GG: Você tem músicas como Dead City Radio, que foi bem recebido aqui, John pode me responder também; é muito dificil passar essas músicas do estúdio para o palco?

RZ: Não...quero dizer, essa música foi uma pegadinha até certo ponto quando começamos a tocá-la, mas é fácil...Ficamos surpresos como as pessoas conheciam a música, eu não acreditava que eles a conheciam e eles estavam lá, todos cantando, então foi ótimo!

J5: Sim, e esse foi um dos melhores shows que tivemos em muito tempo, eu amei, nos divertimos muito e a multidão é incrível, então queremos voltar e fazer isso denovo, talvez amanhã! (se direcionando a RZ)

RZ: Talvez semana que vem!!!

(risos)

DW: Rob, pode parecer uma pergunta boba, mas é curiosidade minha....Você é um grande diretor de filmes de terror, também diretor, você se assusta com alguma coisa?

RZ: Ahw.........Não.

(risos)

RZ: Eu não me assusto com nada, eu apenas....(interrompido por J5)

J5: Não, ele realmente não se assusta com nada.

RZ: Não consigo imaginar nada.

DW: então por estarem juntos você pode dizer também John que ele não se assusta com nada?

J5: Ele realmente não se assusta. Eu já tenho uma grande lista de coisas....

RZ: Ele se assusta com tudo.

J5: ...Eu estou assustado com essa entrevista, assustado com esse cara (apontando para Guilherme Guedes) e você sabe....ele não se assusta com nada (apontando para RZ).

DW: Legal!

GG: Você já teve um encontro com o Zé do Caixão e sei que você é um fã, sabe, José Mojica (nome verdadeiro do Zé do Caixão)...

RZ: Eu não sei se eu o verei nessa viagem, eu não o vejo há dezoito anos e eu estava em São Paulo e faz muito tempo...Talvez eu tenha feito um documentário do encontro mas as pessoas nunca compareceram....


A entrevista é cortada aqui, no dia eu assisti completa, mas infelizmente cortaram o final dela.
Bem, é isso Zombie Heads, espero que tenham gostado apesar de alguns erros e tal...














sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Rob Zombie - Rock In Rio 2013

Finalmente Rob Zombie tocou novamente no Brasil, depois de míseros 18 anos. Com um setlist que focou mais nas músicas de seu primeiro álbum solo Hellbilly Deluxe e do último álbum do white zombie Astro-Creep:2000, Rob Zombie mostrou que pesquisou o que o pessoal teve acesso de material dele aqui no Brasil (o álbum Educated Horses ficou de fora do setlist, uma vez que o mesmo não foi lançado por aqui).

Com um repertório de 12 músicas e com seu show mais simplificado, sem toda a produção que o acompanha em seus mega shows lá fora, Rob mostrou toda a sua evolução como front man da banda e artista nato. A vibe da banda é incrivel, Piggy D desceu o braço no baixo assim como Ginger Fish mostrou que está em casa com a banda de Rob....John 5 é de se dispensar comentário, um dos melhores guitarristas de todos os tempos, o cara transforma até os efeitos eletrônicos das músicas em riffs e solos de guitarra e tem um carisma inigualável. O público delirou com essa incrível performance do grande Mr. Zombie e seus capangas. Duas vezes Rob Desceu para o povo, como faz em seus shows, enquanto tocava "More Human Than Human" e durante o grandioso solo do John 5 na quebra da "Thunder Kiss'65". A galera retribuiu toda essa energia e carisma da banda cantando para eles com um grandioso "Olê, Olê Olê Olê! Zombê, Zombê!" em uníssimo. Rob mal conseguiu terminar sua fala com o público. Sua expressão de surpresa era bem visível, ele não esperava tamanho reconhecimento por parte dos brasileiros.

Rob Zombie não pôde trazer seu show completo pra cá, infelizmente, mas chutou bundas, com um show tão grande que mal coube no Palco Sunset, e talvez surpreendeu tanto que talvez os responsáveis pelo Rock In Rio repensem em colocar um artista tão grandioso no palco secundário e o coloque de vez no Palco Mundo numa próxima edição.

Infelizmente comprei os ingressos e não pude ir ao show, assisti pela net com direito a travadas e imagem ruim, mas mesmo assim fiquei feliz, muito feliz por ter o maior show do mundo, de meu ídolo aqui no Brasil, dentro do meu quarto em uma tela de 39 polegadas, ao lado do melhor amigo do mundo. Minha noiva não pôde assistir conosco por causa de seus estudos, mas vibrou comigo com mensagens, e até ela que não gosta de rock se empolgou ao ver alguns videos depois pelos sites.

Agora Rob poderia retornar ao Brasil, para mais shows, incluindo aqui em São Paulo o qual houve boatos mas não se confirmou...ficou devendo, mas perdoamos ele, afinal o mínimo que posso dizer do show que apresentou nesse último e único 19 de Setembro de 2013, em sua primeira apresentação em um Rock In Rio, no Palco Sunset, é que foi PUTAQUEPARIVELMENTE FODA!











Abaixo vocês conferem o Setlist e alguns vídeos (assim que conseguir o show completo eu posto aqui).

Setlist

video
Meet The Creeper

video
Superbeast

video
More Human Than Human

video
Thunder Kiss '65

E não acaba por aqui. Rafaela Silva, nossa parceira do blog Piggy D Brazil agora é membro do ZHB também, e ela esteve lá, bem próximo a ponto de pegar na mão de Rob...Sua experiência no show será passada em breve. Aguardem.

ALL HAIL!!!